Newsletter

FIQUE A PAR DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Login


BEM-VINDO AO CONGRESSO VIRTUAL IMERSIVO DE ATEROSCLEROSE.

Recebeu os dados de acesso aquando da sua inscrição, via e-mail. Deverá efetuar o login com o e-mail e senha nele indicados. Introduza os dados e disfrute do nosso Congresso

“Guidelines, consensos e normas”: os insights da palestra

A Dr.ª Helena Oliveira, médica nas Clínicas CUF, e o Dr. Diogo Cruz, internista no Hospital de Cascais, estiveram presentes na mesa-redonda com a temática “Guidelines, consensos e normas”, no XXIX Congresso Português de Aterosclerose. Em entrevista, partilharam a sua perspetiva da questão central da discussão.

A especialista em Medicina Geral e Familiar referiu que o debate versou a dificuldade no controlo dos doentes e em alcançar os objetivos propostos, mesmo com os meios científicos disponíveis e com a abundância de informação na sociedade atual.

Segundo a Dr.ª Helena Oliveira, a falta de tempo é a principal causa de insucesso numa relação entre médico e o doente, nomeadamente no desenvolvimento dos processos de acompanhamento.

“Para que haja uma boa relação entre médico e doente, não basta apenas a qualidade da relação, mas também a quantidade, sendo o tempo essencial”, explica a médica.

“Vivemos numa sociedade com escassez de tempo, onde se quer tudo rápido e imediato, o que vai contra aquilo que é o trabalhar a relação”, acrescenta, afirmando que no decorrer da sessão foram também apresentados outros elementos que dificultam a eficácia do trabalho dos clínicos, como a mediação de recursos, a coesão nas orientações, a gestão de expectativas do doente não coincidir com a do seu médico, entre outros.

“Temos clara e vasta evidência de que controlar os doentes é benéfico”, destaca o Dr. Diogo Cruz, em entrevista. O especialista destacou as principais mensagem-chave na sua intervenção “Em pleno séc. XXI e ainda não conseguimos atingir os alvos”.

Através de um estudo, o especialista partilha que “cerca de 33% dos doentes estão dentro dos alvos”, tendo sido debatido o que deve ser melhorado. A sua intervenção passou ainda pelo debate entre “a estratégia para iniciar a terapêutica combinada vs. monoterapia, em que claramente se começa a apontar para a terapia combinada, apesar das guidelines a dizerem para fazer a monoterapia step by step”.

A adesão dos doentes a esta terapia é também muito importante, sendo que “essa adesão passa por uma relação médico-doente, que deve ser próxima e frequente”. A criação de uma relação de confiança entre ambos é essencial.

PARTILHAR
21 Outubro 2021

Mudança de paradigma na terapêutica aterotrombótica

O Prof. Doutor José Pereira de Moura, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), integrou o painel de especialistas palestrantes do XXIX Congresso Português de Aterosclerose. Em entrevista, salientou a importância da “mudança de paradigma” na terapêutica aterotrombótica. Veja a entrevista completa. A análise feita na sessão “Um novo paradigma na prevenção dos eventos […]
21 Outubro 2021

Novas moléculas conseguem baixar os níveis de colesterol LDL

Através dos dados da realidade europeia – estudo DA VINCI -, o Prof. Doutor Kausik Ray, na sua apresentação, alertou para a urgente redução dos fatores de risco, sugerindo a intervenção multifatorial como caminho para alcançar esta meta. Em entrevista, o Dr. João Sequeira Duarte, presidente da Sociedade Portuguesa de Aterosclerose (SPA), analisou os dados […]
21 Outubro 2021

“A SPA tem muito orgulho em ter participado no estudo LATINO”

“O estudo LATINO permitiu analisar, pela primeira vez, dados considerados BIG DATA, numa população de 90 mil doentes, seguidos na Unidade de Saúde Local de Matosinhos”. A explicação é feita pelo Dr. Francisco Araújo, presidente eleito da Sociedade Portuguesa de Aterosclerose (SPA), que, em entrevista, avançou com os dados apurados. Veja o vídeo. No decorrer […]
16 Outubro 2021

O papel da terapêutica combinada no combate à dislipidemia

Intitulada “Lípidos e dislipidemia na prevenção secundária – o risco não é homogéneo”, a sessão, apoiada pela Tecnimede no XXIX Congresso Português de Aterosclerose, contou com a participação do Dr. Alberto Mello e Silva e do Prof. Doutor José Pereira de Moura. Em entrevista, o Dr. Alberto Mello e Silva resumiu as principais mensagens partilhadas […]